IMG_9129

Os profissionais participantes do projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar – Cata-vento, receberam nos dias 12 e 13 de novembro, o 5º seminário, com a temática “Espaçotempo para brincar”, conduzido pela psicóloga e palestrante Adriana Klisys. No dia 11 de novembro, foi realizado ainda, o último encontro de Grupo de Trabalho, para finalizar os documentos de sistematização das ações de 2016.

O Grupo de Trabalho formado por 6 representantes das instituições se reuniu no dia 9 de novembro para finalizar o Calendário Municipal, e ainda, a revisão do Plano de Trabalho que sistematiza as ações, acompanhamento e avaliação da continuidade do projeto. Dentre as ações propostas para o próximo ano, está a arrecadação de brinquedos e materiais para confecção conjuntamente com comunidade e família, ação esta, que foi realizada em 2015 na Escola Municipal Maria Luiza da Paixão.

Nos dias 12 e 13 de novembro, 35 pessoas participaram da formação com a palestrante Adriana Klisys. Na ocasião, foram confeccionados cerca de 250 brinquedos, entre eles, fantoches de caixas de fósforo, móbiles de bambolês, brinquedos com papel e jogos de percurso). Além de abordar a temática “Espaçotempo para brincar” discutindo sobre os espaços, Klisys trouxe ainda a proposta de construção de jogos para o fortalecimento de vínculos, propondo a confecção de Jogos da Onça e Surakarta.

“O projeto trouxe uma sede de conhecimento a mais, a vontade de aprender e buscar saber mais, trouxe a importância de se lutar pelo fortalecimento de vínculo nas famílias para a formação da criança, para um futuro saudável, tendo boas lembranças da infância, com valores e afeto. Eu espero poder contribuir mais na vida das crianças de hoje, espero conseguir continuar vendo a transformação da visão das famílias quanto ao brincar e das relações com seus filho”, relata Maria do carmo, presidente da Associação de Moradores dos Bairros São Matheus e Serra.

O próximo encontro do projeto, será o seminário aberto de encerramento, que acontecerá no dia 23 de novembro, onde deverão comparecer além dos profissionais envolvidos, também famílias e a comunidade ijaciense. Na ocasião, serão apresentados os resultados do projeto, e haverá uma formação sobre “Brincadeiras cantadas” com o arte educador Leandro Medina.