Aquarela_1º seminário (81)

Entre os dias 15 e 17 de março, profissionais das áreas da educação, saúde e assistência social do município de Cezarina (GO) participaram do 1º Seminário Formativo e do 1º Grupo de Trabalho do Projeto Aquarela. Na ocasião, os participantes receberam formação teórico-prática sobre “Concepção de família, educador e criança”, com a palestrante e psicóloga Adriana Klisys, no Polo UAB do município.

O projeto teve seu lançamento em novembro de 2015 com a realização do 1º seminário aberto, e agora retomou as atividades formativas que terão 5 encontros até novembro de deste ano. O objetivo é contribuir com a formação dos profissionais que atuam no atendimento às crianças de 0 a 6 anos, e nas discussões do poder público sobre a educação na Primeira Infância, promovendo ações que favoreçam o desenvolvimento integral da criança e a participação da família e da comunidade.

“A questão do brincar é muito importante para o desenvolvimento da criança, ensinar brincando permite um maior desenvolvimento da criança no ensino e na aproximação com a família”, conta a monitora Tereza Dias de Oliveira.

O Grupo de Trabalho reuniu 4 representantes das áreas da educação, saúde e promoção social, no dia 17, para falar das estratégias de fortalecimento das ações do projeto. “Ter um grupo para discutir ideias e experiências sobre a Primeira Infância, com as diferentes áreas, nos auxiliará a fazer um planejamento compartilhado e a pensar de maneira mais ampla a Educação Infantil”, afirma a assessora pedagógica Cristiane Aparecida Moreira da Costa Franco. O próximo momento formativo acontecerá entre os dias 26 e 28 de abril e terá como temática “O direito ao brincar”.

Sobre o projeto Aquarela

Desenvolvido pela Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, o projeto Aquarela visa contribuir para a promoção dos direitos da Infância, por meio de formações sobre os temas da Educação Infantil para a qualificação do atendimento nas unidades municipais de ensino. Participarão das formações atores do Sistema de Garantia de Direitos que trabalham com crianças de 0 a 5 anos. Com apoio do Instituto InterCement e do CDC local, o projeto será realizado no estado de Goiás no município de Cezarina, seguindo a metodologia do projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar na escola.